APAE Costeira pede apoio aos vereadores

Durante sessão plenária, comissão de pais apresentou problemas sofridos pela unidade.

img_6588

            Uma comissão de pais dos alunos atendidos pela APAE do bairro Costeira esteve na sessão ordinária da Câmara Municipal para apresentar a situação, segundo eles, de abandono em que vive a unidade. O problema já havia sido debatido em sessões anteriores e voltou à pauta de discussão nessa quinta-feira (16).

            A representante da comissão, Simone de Lima Garcia, fez uso da palavra em tribuna popular para relatar as inúmeras dificuldades que os alunos têm passado. “Estamos pedindo socorro e acreditamos que esta Casa tem condições e competência para nos ajudar nessa causa. A APAE Costeira está em total abandono, não há mais condições de permanecermos na sede”, disse. Além da falta de infraestrutura da sede e dos ônibus de transporte escolar, Simone ainda afirmou que há falta de profissionais especializados para o atendimento dos alunos.

            Ainda, segundo ela, o prefeito Toninho Fenelon comprometeu-se a disponibilizar dois ônibus novos para a instituição, o que não alivia a apreensão dos pais. “O que ainda nos preocupa é que um dos ônibus, cujo tanque de combustível caiu e foi para reforma, continuará tendo que ser usado até que os novos cheguem”, explicou.

            Os vereadores demonstraram-se favoráveis à causa e se disponibilizaram a ajudar a APAE Costeira a encontrar soluções para os problemas. “Todos nós defendemos o trabalho admirável da APAE e, por isso, esta Casa está pronta para defender a instituição”, disse o vereador Professor Marcelo. Ele ainda afirmou que, em conversa com o prefeito, o mesmo se comprometeu a renovar o convênio de 900 mil reais para o transporte escolar.

            A vereadora Nina Singer sugeriu a formação de uma comissão especial do legislativo para acompanhar a questão. “A APAE é muito importante no desenvolvimento dessas pessoas. Com a comissão, poderemos acompanhar o dia a dia de pais, alunos e funcionários”, disse.

            Simone de Lima, representante da APAE Costeira, terminou sua fala agradecendo a oportunidade e reforçando o apelo. “Confiamos na competência desta Casa e depositamos a integridade de nossos filhos em suas mãos. Também convidamos a todos para conhecerem nossa sede e conferirem de perto nossa realidade”, finalizou.

Simone de Lima, representante da APAE Costeira.

Simone de Lima, representante da APAE Costeira.

 

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 17.02.2017

 

Deixe sua Opinião